Nota divulgada internamente pela ECT sobre as eleições do CA

Chapa 3 vence a eleição para representante de empregado no CA

Foto da solenidade de apuração das eleições para o CA

Candidatos, Comissão Eleitoral, membros da VIGEP e empregados durante a apuração do resultado das eleições. Foto: Caio Nantes/ Correios

16/5/2013

Nesta quarta-feira (15), foi apurado o resultado da eleição de membro dos empregados no Conselho de Administração dos Correios. A votação foi encerrada às 18h e às 18h30 a Comissão Eleitoral, acompanhada pelos candidatos e por empregados, acessou o sistema de votação. A chapa 3 – União para Fazer Acontecer, formada por Marcos César Alves Silva e Carlos Alberto de Souza Barbosa, foi a vencedora com 18.747 votos. A Atuação Sindical de Luiz Carlos Vargas e Djalma Vieira da Rocha obteve 14.155 votos neste segundo turno. O documento com o resultado já pode ser acessado desde ontem pelo hotsite das eleições.

O candidato eleito, Marcos César Alves Silva, destacou o contato direto com os empregados como importante ferramenta de atuação, que será adotada em sua gestão. A chapa 3 usou um blog para divulgar suas propostas de campanha. Agora o empregado eleito deve manter a ferramenta como espaço aberto de diálogo com os empregados.

Participação – O coordenador da Comissão Eleitoral, João Avancini, parabenizou o trabalho de todos os envolvidos na organização do processo eleitoral. “Conseguimos a mobilização de mais de 38 mil empregados no segundo turno”, destacou ressaltando a legitimidade do processo pela ampla participação dos empregados.

Em 2012, a Petrobras também realizou sua primeira eleição para escolha de representante dos empregados no CA daquela empresa e 27% dos eleitores exerceram o direito de voto. Nos Correios, a participação foi de 34,68% dos empregados que estavam aptos a votar.

Dentre as Diretorias Regionais, o maior engajamento foi no Espírito Santo, com 76% de participação. Roraima, Amazonas, Minas Gerais e Rio Grande do Sul foram os outros Estados com maior percentual de votantes, varindo entre 42% e 48% de participação. A Administração Central teve 48% de adesão.

Momento histórico – O vice-presidente de Gestão de Pessoas, Larry Medeiros, destacou a importância dessa primeira eleição de empregado-conselheiro. “Este é um momento importante para a democracia dos processos internos quando elegemos, pela primeira vez, o membro que irá participar da instância máxima de decisão dos Correios”, declarou Larry.

O vice-presidente também destacou a parceria do Instituto de Seguridade dos Correios, Postalis, que garantiu o funcionamento do sistema para registro dos votos dos empregados. Os eleitores e candidatos puderam acompanhar o número de votos ao longo de todo o processo pelo votômetro.

A homologação do resultado das eleições deve ser realizada após o prazo para interposição de recursos, que vai até 17/5. A posse do candidato eleito deve ocorrer até 30 dias após a homologação.

Deixar comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *