Promessa cumprida e compromisso assumido.

Com a posse no Conselho de Administração ocorrida ontem, encerramos uma etapa na qual procuramos nos comunicar intensivamente com nossos colegas para apresentar de forma detalhada e transparente nossas ideias e propostas.Agora começa a etapa seguinte, na qual colocaremos em prática o que projetamos.Na reunião de ontem (22/05) do Conselho, entregamos nas mãos de cada um dos demais conselheiros uma correspondência com o texto apresentado a seguir, contendo o posicionamento que procuraremos defender.E, como prometido na campanha, ativamos o blog “Fazendo Acontecer no Conselho”, no endereço http://conselhocorreios.blogspot.com . Todos os trabalhadores já contam, portanto, com esse primeiro canal de contato direto com o conselheiro, no qual serão divulgadas informações e recebidas as consultas ou sugestões de nossos colegas.

Foi uma grande honra termos sido escolhidos pela maioria dos ecetistas para representá-los no Conselho. E agora vamos procurar corresponder às expectativas.

Marcos César e Carlos Barbosa

………………………………………………………………………………………..

– Texto entregue aos conselheiros na reunião de 22/05/2013 –

Primeiro trabalhador eleito para o
Conselho de Administração da ECT

Representar os empregados no mais alto órgão de administração da ECT é uma grande honra. Assumo o compromisso, juntamente com meu suplente – Carlos Barbosa, de colocar minha experiência profissional de mais de 30 anos de trabalho – em Diretorias Regionais e na Administração Central – à disposição do Conselho de Administração, para ajudar a defender ideais de uma Empresa mais forte, moderna, humana, participativa e com mais oportunidades para todos.

Procurarei estar bem inteirado da situação geral da Empresa, de seus problemas operacionais, de seus negócios e de sua situação econômico-financeira, e avaliarei sempre os impactos que as decisões trarão para os mais de 120 mil trabalhadores e suas famílias. Quando for necessário, conversarei com os demais conselheiros para mostrar-lhes nosso ponto de vista.

Estarei atento ao cumprimento de nossas obrigações de universalização dos serviços postais básicos, as quais, em essência, representam a razão de ser da existência da ECT como empresa pública.Isso deverá se dar, entretanto, com o adequado dimensionamento e reposição de efetivo, e nunca com o sacrifício pessoal de Carteiros, Atendentes, OTTs etc, submetidos a cargas de trabalho além de suas reais possibilidades.

Não descuidarei, também, de orientar, acompanhar e cobrar o desempenho da direção da ECT, para garantir a implementação das estratégias e ações planejadas, especialmente daquelas que, de uma forma ou outra, tenham impacto significativo para os trabalhadores. Mais trabalho e mais produtividade tem de andar juntos; não podem significar mais sacrifício para o trabalhador.

No Conselho, seguirei, portanto, algumas diretrizes básicas de atuação:

– Propor e apoiar ações, projetos  e decisões que fortaleçam a Empresa, contribuindo para seu crescimento e para o bem-estar de seus empregados.

– Demonstrar que os interesses dos trabalhadores podem ser conciliados com os interesses empresariais, de forma que o desenvolvimento da ECT se dê pela capacitação e desenvolvimento, pela valorização e pleno aproveitamento das pessoas, em todos os níveis, e nunca por sua exploração ou discriminação.

– Sustentar que a ECT possui pessoas qualificadas para liderar os projetos e ações necessárias à construção do futuro da Empresa.

– Motivar e unir os ecetistas na causa comum de construir uma Empresa cada vez mais forte.

– Fazer acontecer!

Brasília, 22 de maio de 2.013

Marcos César Alves Silva

Deixar comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *